Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Eritopoietina’

SANGUE

– 60% plasma

-40% células sanguíneas:

Hemácias (células anucleada)

Leucócitos (células de defesa do organismo)

Plaquetas (coagulação sanguínea)

Hemácias (Eritrócitos)

Formato: Bincôncavo, porém as formas das hemácias podem variar conforme as células sejam expremidas ao passarem pelos capilares, podendo ser deformada e assumindo qualquer forma sem que se a sua membrana distenda e se rompa, como outras células;

– As hemácias normais possuem 34% de proteína Hemoglobina (Hb), entretando,  quando a formação da hemoglobina é deficiente na medula óssea, pode cair até 20% ou menos.

– É uma célula anucleada;

Função: Transporte de gases através da hemoglobina;

– As hemácias possuem enzimas apesar de não terem núcleo, porém essas enzimas perdem suas funções, por isso elas morrem.

Concentração:

No homem: 5. 200 milhões/ mm³

Na mulher: 4.700 milhoes/mm³

– Origem: Medula Óssea -> Hemocitoblasto

-Tanto a Hemoglobina, como os outros leucócitos, exceto os linfócitos, sao produzidos na medula óssea, derivado de um único tipo celular, o hemocitoblasto, que passa por várias etapas de desenvolvimento, até chegar ao eritrócito.

Regulação da concentração de hemácias:

Duração máxima de 120 dias;

Com a quebra das hemácias, parte da hemoglobina formam bilirrubina ( resíduos das hemácias)

Esse número de células é regulado de modo que haja um número adequados de células para promover a oxigenação, sendo que em casos de anemia, altitudes elevadas, atividade física intensa, haverá uma produção maior de hemácias para suprir o corpo com a oxigenação necessária.

Ou seja, as hemácias serão controladas pela [ ] de O :

Baixa o nº de hemácias -> diminuindo o fornecimento de Ono tecido -> a hipóxia que estimula a produção de hemácias -> fazendo com que o rim secrete um hormônio -> ERITROPOIETINA (hormônio que uma vez liberado no sangue, perdura por 1 ou 2 dias, atuando na medula óssea, estimulando a formação de glóbulos vermelhos) -> aumentando a produção de hemocitoblasto -> mantendo o nº de hemácias constantes -> gerando uma alta na [ ] O₂.

Vitaminas Necessárias para a Maturação das Hemácias: Devido a contínua necessidade de reposição das hemácias, duas vitaminas são necessárias para a maturação dessas células, que são a Vitamina B12 e Ácido Fólico. Ambas são essenciais à síntese de DNA.

Por conseguinte, a falta dessas vitaminas, resulta na diminuição do DNA, e consequentemente, a falha da maturação nuclear e da divisão celular.

Deficiência de Maturação pela disabsorção de vitaminda B12: Causa a Anemina Perniciosa.

A carência de vitamina B12 nem sempre é causada pela falta dela, mas sim, pela deficiencia de absorção pelo tubogastrointestinal. Vai ser uma doença em que a mucosa gástrica vai ser incapaz de produzir secreções que contém uma substancia que se combina com a vitamina B12 do alimento, tornando-o capaz de ser absorvido e armazenado no fígado, sendo liberado gradualmente conforme a necessidade da medula óssea.

Combinação da Hemoblobina com o O2:

A característica mais importante da molécula de hemoglobina é de se combinar, de modo frouxo e reversível com O2, visto que a sua função primária, é captar O2 nos pulmões e liberar nos tecidos, de modo que essa combinação é reversível e totalmente rápida.

Metabolismo do Ferro:

O ferro é extremamente importante para a formação da hemoglobina e mioglobina e outras substancias essesncias.

Sendo que, em média corporal, o ferro em média está 65% na forma de hemoglobina,  4% na forma de mioglobina, 1% na forma de compostos heme (controlam a oxidação intracelular), 0,1% na forma de transferrina no plasma, e 15 a 30% armazenados no fígado, principalmente na forma de ferritina.

O Ferro vai ser absorvido pelo intestino delgado, combinado no plasma sanguíneo com a transferrina (combinado de modo frouxo, podendo ser liberado parar qualquer célula tecidual do corpo). O excesso de ferro absorvido vai ser armazenado nas células hepáticas (fígado) 60%, sob a forma de ferritina.

Ás hemácias ao serem destruídas, a hemoglobina liberada da célula é absorvida pelas células reticuloendoteliais (alguns leucócitos) que vão digerir as hemoglobinas, e vão liberar o ferro, que poderá assim ser armazenado novamente nos depósitos de ferritina, reutilizado para a formação de outra hemoglobina.

-Perda diária de Ferro: os homens excretam nas fezes cerca 0,6 mg de ferro diariamente. Já as mulheres, na perda menstrual, a perda será cerca de 1,3 mg por dia.

Absorção do Ferro: absorvido quase inteiramente no duodeno, por transporte ativo, apenas da forma ferrosa (Fe++), visto que a maior parte dos alimentos está na forma férrica (Fe+++), por isso há uma importância grande na seleção de alimentos e medicamentos.


Referências:

– Patologia, Bogliolo, Luigi, 1908 – 1981, 7. ed.

– Fisiologia Humana, Arthur C. Guyton, M.D., 6. ed.

– Tratado de Fisiologia médica do Dr. Arthur C. Guyton e John E. Hall, pela W.B. Saunders,1996.

· Sangue:

– 60% plasma

-40% células sanguíneas       Hemácias:  Célula anucleada;

Leucócitos: defesa do organismo;

Plaquetas: Coagulação sanguínea.



Read Full Post »