Feeds:
Posts
Comentários

Posts com Tag ‘calcificação distrófica’

Osso maduro mandibular. O tecido corado em azul indica calcificação já bem adiantada; o tecido vermelho indica calcificação ainda não-finalizada.

  • O ser humano contém cerca de 1 a 2 kg de cálcio, onde 90% está localizado nos óssos e dentes, na forma de hidroxiapatita.
  • A absorção do Cálcio se dá no duodeno por transporte ativo, dependente de proteínas, sendo inibido na deficiência de vitamina D, uremia e excesso de ácido graxo.
  • No plasma está presente na forma de  íons livres Ca⁺², sendo importante na coagulação sanguínea e contração múscular.
  • Quando sais de cálcio são depositados em tecidos que não sejam ossos e dentes, dá-se o nome de calcificação heterotrópicas (em locais diferentes do comum)  ou mineralização patológica.

MECANISMO DE CALCIFICAÇÃO FISIOLÓGICA:

Ácidos Graxos + Ca⁺² → Sabão insolúvel + Fostato (PO⁻³₄) ou Carbonato (CO⁻²₃) → Sal insolúvel (matriz óssea) que pode ser o fosfato de cálcio ou carbonato de cálcio.

TIPOS DE CALCIFICAÇÕES PATOLÓGICAS: Pode-se distinguir três tipos de calcificações patologicas, dependente da alteração funcional ou morfológica do tecido.

Calcificação Distrófica: Origina-se a partir de uma lesão pré-existente. Ocorre primeiro a necrose e depois a  calcificação.

É comum observar calcificação distrófica em indivíduos com aterosclerose, que é caracterizado pela presença de necroses no endotélio apartir da deposição de placas  de ateroma.

A pinça destaca uma placa de ateroma calcificada, que se desloca da túnica íntima (PI). Esse quadro caracteriza um estágio avançado de ateroesclerose

Calcificação metastática:

Originada apartir da hipercalcemia, sem lesão pré-existente.

Calculose ou Litíase:

Origina-se a partir de uma lesão pré-existente;

Ocorrem em qualquer estrutura que não transporte sangue em órgãos ocos e ductos.

Ca⁺² – iônico – 43%

Ca – albumina- 10%

Ca- sais – 47%

A união desses três tipos de cálcio, são chamados de cálcio sérico.

Hipocalcemia ↓10-10,5↑ Hipercalcemia.


CAUSAS DE HIPERCALCEMIA:

- Hipervitaminose D: a vitamina D estimula a absorção da Ca e P;

- Insuficiência Renal: o rim não elimina o excesso de (PO⁻³₄);

-Imobilização Prolongada: é um fator de risco, porque o organismo tende a liberar cálcio armazenado para o sangue;

- Hiperparatiróidismo: a glândula paratireóide produz um hormônio chamado paratormônio, que regula o nível de cálcio no sangue, ele que estimula os ossos a liberarem cálcio para o sangue. Se há um aumento na produção desse hormônio, consequêntemente haverá hipercalcemia.

REFERÊNCIAS:

http://www.fo.usp.br/lido/patoartegeral/patoartecal.htm

Read Full Post »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 48 outros seguidores